Tratamentos

Bichectomia

Bichectomia é o nome dado ao procedimento cirúrgico que remove o excesso de gordura das bochechas. Esta gordura, quando em excesso, pode alterar o formato do rosto, deixando-o mais arredondado.

O procedimento é feito por dentro da boca, com anestesia local. Dura cerca de 40 minutos a 1 hora e não deixa cicatrizes visíveis.

O resultado acentua a beleza das maçãs do rosto e o deixa mais fino e harmonioso.

Ortodontia

A ortodontia serve para corrigir a posição dos dentes para fins estéticos e funcionais. Além de influenciar o bem-estar físico, o problema também está relacionado a questões emocionais e de autoestima. Isso porque o sorriso é o cartão de visita e uma das primeiras coisas que notamos em alguém. Ter dentes desalinhados pode acarretar consequências psicológicas e sociais. O tratamento ortodôntico pode ser realizado com aparelhos fixos ou removíveis, dependendo da indicação para cada caso. Os fixos são mais eficientes e indicados para corrigir problemas dentários mais complexos, pois funcionam 24 horas por dia, além de depender menos da colaboração do paciente. Já os móveis além de serem usados para tratamentos em pacientes em fase de crescimento se mostrou uma boa opção na correção dentária em jovens e adultos com o advindo dos alinhadores invisíveis. Em ambos os casos, os aparelhos utilizam a força mecânica para promover a movimentação dentária. Todos os tecidos relacionados com os dentes do paciente participam e estão relacionados biologicamente com a movimentação provocada pelo aparelho.

APARELHO FIXO CONVENCIONAL: Este tipo de aparelho convencional é fixo aos dentes com materiais adesivos adequados. O arco mantém-se preso a cada um dos brakets através de borrachinhas e a movimentação dentária é favorecida através de dobras e do uso de acessórios, como molas e elásticos.

APARELHO FIXO ESTÉTICO: O aparelho estético tem a mesma função que o aparelho dentário convencional de metal, corrigir a posição dos dentes e outros problemas na oclusão (mordida). É a melhor opção para quem quer mais discrição, com um toque de charme durante o tratamento ortodôntico. Os brakets estéticos utilizados são de safira e cerâmica, um material translúcido e muito resistente que não desgasta durante o tratamento. São cristalinos e praticamente desaparecem independentemente da cor do dente. É o único do mercado que mantém a estética durante todo o tratamento, pois, o material não mancha (não amarela), proporcionando inteira satisfação estética e segurança ao paciente.

APARELHO AUTO LIGADO METÁLICO OU ESTÉTICO: Aparelhos auto ligáveis possuem a tecnologia mais avançada existente no mercado, cujos brakets são os mais modernos e os arcos adequados a cada estágio do tratamento, proporcionando ótimos resultados. No aparelho convencional é usada uma ligadura elástica para segurar o arco de correção e, no aparelho autoligável não precisa desta, pois ele possui um clipe para prender o fio no aparelho. Eliminando a ligadura elástica, diminuímos o atrito e assim facilitamos o trabalho do aparelho, diminuindo o tempo de uso consideravelmente, reduzindo também a sensibilidade e facilitando a higiene.

APARELHOS MÓVEIS: Indicado para pequenos movimentos dentários (geralmente em crianças) ou como contenção ao fim do tratamento. O uso deve ser constante, dia e noite dependendo do caso. Deixar de usar regularmente prejudica o resultado do tratamento. É feito de fios de aço, para os arcos e molas, e resina acrílica, para o corpo do aparelho. Eventualmente, podem ser usados parafusos para alargar o acessório e expandir a arcada dentária gradualmente.

ALINHADORES INVISÍVEIS: É indicado para casos de má oclusão dental. O aparelho é praticamente imperceptível nos dentes e não altera a fala. É um aparelho móvel. Seu uso deve ser constante, pois a não utilização regular pode comprometer o tratamento. As vantagens desse tipo de aparelho, além de sua eficácia na higienização dos dentes e gengivas, é que você fica livre de fios ou metais que irritam a sua boca, sendo assim, o tratamento não irá interferir no seu estilo de vida.

OS APARELHOS ORTODÔNTICOS REPOSICIONAM SEUS DENTES PASSO A PASSO PARA CONSEGUIR O SORRISO QUE VOCÊ DESEJA. ENTRE EM CONTATO CONOSCO PARA AGENDAR UMA AVALIAÇÃO, E CONHEÇA O QUE A DE MAIS MODERNO NA ORTODONTIA.

Implantes Dentários

Os implantes são raízes artificiais instaladas por processo cirúrgico de forma simples, rápida e indolor, para substituir um ou mais dentes perdidos. Posteriormente é fixada uma prótese dentária de um ou mais dentes, buscando recuperar as funções mastigatórias e obter uma estética natural. É um processo que envolve duas etapas, onde a primeira é a cirurgia, onde são instalados os implantes que substituirão as raízes naturais dos dentes. E, a segunda etapa é a prótese, onde serão instaladas as próteses dentárias, ou seja, os dentes artificiais que ocuparão o lugar dos dentes naturais ausentes.

Quando se trata de implantes dentários temos um leque de opções, podendo ser tanto implantes nacionais quanto importados. A indústria nos oferece diversos tipos, formas e tamanhos, mas, uma coisa primordial e pouquíssima falada, é o tratamento de superfície desse implante e a sua precisão, os quais vão definir a qualidade, a rapidez, a estabilidade e acima de tudo, a saúde periodontal.

A Harmony Odontologia dispõe dos melhores materiais do mercado, implantes nacionais e importados, onde trabalhamos com o tipo Straumann, implantes suíços de alta performance, referência de qualidade padrão ouro, os mais modernos do mundo com tecnologia de alta precisão e com tempo de cicatrização reduzido, de 03 a 04 semanas. Sua precisão de encaixe evita o acúmulo de bactérias entre as conexões, e os tratamentos são menos traumáticos, menos invasivos e com resultados previsíveis á longo prazo, tanto estéticos quanto funcionais.

Optando em fazer implantes você terá dentes mais naturais, sendo estes de porcelana, que não sofrem alteração de cor, mais resistentes ao desgaste, mais durável, mais confortável, textura mais lisa, o que promove menos retenção de placa bacteriana e maior facilidade na higienização, além ter menor volume, tendo aspecto muito parecido ao de dentes naturais.

O tratamento com implante dentário pode ajudar a evitar a perda gradual do osso substituindo a raiz natural do dente. É importante, tanto para a saúde geral como para recuperação da autoestima e autoconfiança. Cuidar da saúde bucal é algo valoroso, pois nada melhor que sentir o prazer de saborear os alimentos, sorrir e ser feliz.

Dentística / Estética (restauração)

A restauração é um material usado na odontologia com a finalidade de restaurar (estética e funcionalmente) os dentes. Sua aplicação é bem ampla, podendo ser usado para mudar a forma dos dentes, restaurar dentes fraturados, preencher cavidades provocadas pela cárie e minimizar imperfeições do esmalte dentário. É tido como um material restaurador com grande apelo estético por aproximar-se bastante das características naturais dos dentes, como: cor, textura, brilho, fluorescência e translucidez.

Com o avanço tecnológico crescente dos materiais restauradores odontológicos, atualmente é possível encontrar resinas compostas de diversos fabricantes com uma excelente durabilidade.

Endodontia (canal)

Cáries ou traumatismos quando não tratados podem levar à inflamação ou até mesmo a morte da polpa, que são os vasos e nervos localizados na cavidade interna do dente. Assim torna-se necessária a realização do tratamento endodôntico ou “tratamento de canal”. O tratamento endodôntico consiste na remoção do tecido da polpa inflamada que está infeccionada ou sem vida, geralmente devido às cáries ou traumas.

Os sintomas mais caraterísticos são: Dor espontânea – isto é, o dente começa a doer sem estímulo – de forma latejante, não muito bem localizada e que aumenta com o calor. Nesse caso, a polpa ainda está viva, porém inflamada, e o uso de analgésicos não resolve. Já quando há morte da polpa, geralmente a dor é bem localizada, havendo sensação de “dente crescido” e dor ao mastigar. Além disso, ao se abaixar a cabeça, tem-se a sensação de que o dente “pesa”.

Tratar o canal do dente lesionado é importante para evitar a necessidade de extração do dente e prevenir infecções, pois a falta de tratamento endodôntico pode resultar em uma infecção na raiz e nos tecidos vizinhos, além de poder levar a sérias consequências à saúde, entre as quais:

– Dor intensa

– Inchaço

– Febre

– Bacteriemia (bactérias na corrente sanguínea)

– Extração do dente

Há alguns anos atrás, os dentes com polpas infeccionadas ou mortificadas eram extraídos. Hoje em dia, na maioria dos casos, o tratamento endodôntico pode ser realizado em sessão única, trazendo mais conforto e agilidade para o paciente. O tratamento de canal salva muitos dentes que de outra forma teriam sido perdidos,  possibilitando a realização de um tratamento restaurador adequado, restabelecendo a estética e função do dente.

Prótese dentária

A prótese dentária é a ciência que lida com a reposição de tecidos bucais e dentes perdidos, visando restaurar e manter a forma, função, aparência e saúde bucal. Também é conhecida pelo nome de prostodontia. O termo “prótese dentária” também é utilizado para se referir a algum artefato que se propõe a substituir a função original dos dentes perdidos ou ausentes.

O seu principal objetivo é a reabilitação bucal, em todas as suas funções: estética, fonética e mastigação.

Entre os tipos de prótese dentária, estão:

Prótese dentária fixa: A prótese dentária fixa é composta por coroas dentárias, pontes dentárias e próteses totais suportadas por implantes dentários. A coroa dentária é uma capa que utilizada com o objetivo de reconstruir a coroa natural do dente parcialmente destruído. Implica a existência de parte da estrutura do dente que se propõe reconstruir e ao qual será cimentada. Quando isso não acontece, a coroa pode ser fixa a um implante dentário através de um parafuso ou cimentada. Apenas dois tipos de coroa são consideradas de qualidade, a coroa de porcelana fundida no metal ou a coroa de cerâmica total.

Prótese dentária removível: – Próteses removíveis são classificadas em parciais e totais. A prótese parcial removível, por vezes chamada de PPR, é geralmente em acrílico mas também pode ter a base em silicone, nylon ou tem uma parte metálica chamada esqueleto. Os dentes artificiais costumam ser de acrílico. Como o nome “parcial” indica, destina-se a substituir um ou mais dentes mas não os dentes todos.

Prótese sobre implante

A prótese sobre implante é um tipo de componente protético que é parafusado sobre o implante que pode ser feito na mandíbula e no maxilar, atuando sobre um ou dois dentes, assegura ao paciente uma melhor mastigação e melhor saúde bucal.

Esse tipo de prótese elimina a necessidade de usar as antigas próteses flutuantes ou dentaduras.

Ortopedia funcional dos maxilares

A ortopedia funcional dos maxilares é uma especialidade da Odontologia que resolve desequilíbrios ósseos, musculares e de funcionamento dos maxilares, alinhamento dos dentes e problemas da articulação temporomandibular. Corrige estas disfunções em pessoas de qualquer faixa etária, com a utilização de aparelhos removíveis em um tratamento que não deve causar dor e é executado sem extração de dentes.

Os aparelhos produzem estímulos na rede de neurônios sensoriais da boca, que levam a mensagem até o sistema nervoso central que, por sua vez, responde remodelando estruturas ósseas, musculares, articulares e funcionais. Desta forma, a estética facial e as funções exercidas pela boca são restabelecidas, trazendo de volta o equilíbrio do sistema bucofacial.

Sinais e sintomas observáveis e tratáveis pela O.F.M.: apnéia do sono, bruxismo(ranger os dentes durante o sono), apertar dentes, barulho feito pelo maxilar durante a mastigação, dores de cabeça, zumbido no ouvido, dor de ouvido, dores na face ou nos maxilares, queixo saliente, dentes tortos, dentes apinhados, dentes da frente que não se tocam, dentes superiores da frente que cobrem os inferiores, dentes salientes ou queixo retraído, mordida cruzada atrás, lábios normais que se mantém abertos, língua entre os dentes da frente, entre outros.

Exodontia (extração)

A exodontia é a remoção do dente de seu alvéolo através de uma dilatação do mesmo, e com rompimento das fibras periodontais, que ligam o dente ao tecido ósseo.

Existem duas situações em que se faz necessário a extração do dente do paciente: o primeiro é por motivo patológico, quando não é possível fazer uma regressão do problema dentário, ou quando é um problema funcional, como nos casos em que há necessidade de tirar o dente devido a um posicionamento indevido e/ou incapacidade de higienização, como no caso dente do siso, por exemplo.

A Exodontia só deve ser recomendada em último caso, como, por exemplo, quando os ligamentos que seguram o dente estiverem abalados e não tiverem mais condições de uma reversão.

Clareamento dental (laser)

O clareamento dental ameniza as manchas que ao longo da vida penetram á estrutura dental, provenientes da alimentação, bebidas (principalmente chá, café, chimarrão, sucos de coloração escura) e cigarro. Os avanços na odontologia estética ampliaram e aperfeiçoaram os métodos de clareamento dental.

O Clareamento Dental a Laser é uma técnica, que através do uso de substâncias químicas ativadas pelo laser, remove as manchas e pigmentações dos dentes. O clareamento, na verdade, não é feito apenas pelo laser e sim pela combinação dele com o gel clareador e é realizado no próprio consultório, e em 2(duas) ou 3(três) sessões, dependendo do caso. Para manter o resultado por mais tempo, é bom evitar alimentos com corante, cigarros, café, vinho tinto.

É fundamental que todo paciente siga a orientação do seu dentista, que realizará a monitoração do tratamento de clareamento dos dentes do início ao fim. Não é recomendado adquirir produtos de clareamento em farmácias e drogarias, pois estes produtos não tem a mesma eficiência daqueles usados pelos profissionais e podem provocar efeitos secundários indesejados, como a sensibilidade com frio e quente, e nenhum resultado aparente.

Quando feito por um profissional especializado, o clareamento dental traz benefícios não só estéticos, mas contribui também para o aumento da autoestima. Além disso, dentes brancos indicam saúde nutricional, higiene e bem estar.

O clareamento dental tem a finalidade de trazer a beleza ao sorriso e é um procedimento muito comum da estética dental, recomendado a todos.

Sorrir aproxima as pessoas. E aí, que tal sorrir ainda mais agora?

Se você tem mais dúvidas sobre como fazer clareamento dental, entre em contato com a Clínica Harmony Odontologia, especializada em todas as áreas da Odontologia. Nossa clínica fica em Itapema/Meia Praia, com fácil acesso para nossos pacientes.

Periodontia (gengiva)

Infecção causada por bactérias que afeta os tecidos que protegem os dentes; caracteriza-se pela formação de um espaço indesejável entre a gengiva e o dente, chamado de bolsa periodontal, a qual favorece o acúmulo de resíduos alimentares e bactérias causadoras das placas bacterianas e dos tártaros.

São três os estágios da doença periodontal:

Gengivite: este é o primeiro estágio da inflamação gengival causada pela placa bacteriana que se forma na margem da gengiva. Se a escovação e o uso do fio dental diariamente não forem suficientes para remover a placa, ela produzirá toxinas que podem irritar o tecido gengival, causando a gengivite. Você pode notar algum sangramento durante a escovação e o uso do fio dental. Neste primeiro estágio da doença, o dano pode ser revertido, já que o osso e o tecido conjuntivo que seguram os dentes no lugar não foram atingidos.

Periodontite: neste estágio, o osso e as fibras de sustentação que mantêm os dentes em posição são danificados. Ao redor da sua gengiva pode começar a se formar uma bolsa que avança para baixo da gengiva e onde ficam armazenados os detritos e a placa bacteriana. O tratamento dentário adequado e a higiene bucal minuciosa em casa, em geral, podem ajudar a prevenir danos maiores.

Periodontite avançada: neste estágio final da doença, as fibras e os ossos de sustentação dos dentes estão destruídos, o que faz com que os dentes migrem ou mudem de lugar ou se tornem abalados ou com mobilidade. Isto pode afetar sua mordida e, se o tratamento não for eficaz, você corre o risco de perder seus dentes.

A Doença Periodontal é a principal causadora da perda de dentes em adultos. A sua prevenção pode ser feita unicamente removendo a placa bacteriana através de limpeza bucal doméstica com fio dental e escova, mais limpezas periódicas feitas pelo dentista. O sinal mais característico da Doença Periodontal é o sangramento, mas devemos estar atentos também para: alterações na posição dos dentes, mobilidade, retrações gengivais, retenções de alimento, inchaço etc.

O tratamento é feito com a remoção do tártaro dental. E é realizado através de raspagem e alisamento das raízes dos dentes. Quando os instrumentos de raspagem não atingem toda área da raiz comprometida, as cirurgias são indicadas; para facilitar o acesso.

A Doença Periodontal pode deixar como sequela alterações estética como: deslocamento na posição do dente, retração gengival com consequente aumento no comprimento do dente, que através de procedimentos cirúrgicos e protéticos podem minimizar esses defeitos. Além disso, retornos periódicos ao profissional também são fundamentais, pois cada paciente tem uma necessidade específica, de acordo com o seu quadro clínico. Um paciente sem alterações periodontais, no geral, deve fazer retornos semestrais para avaliação, exame e nova profilaxia. Já um paciente com doença periodontal de grau severo, por exemplo, normalmente necessita de retornos entre 3 e 4 meses, no máximo, pois a dificuldade de controle e grau de sequelas causadas pela doença periodontal induzem a um cuidado maior.

Cirurgia

Nossa clínica é completamente preparada para tratar os mais variados tipos de caso, possuímos uma equipe muito bem preparada para resolver seus problemas dentários como extrações, implantes, obturações, entre outros.

Nossos ambientes são muito bem higienizados e nossa equipe possui a maestria necessária para que sua cirurgia seja extremamente segura, garantindo assim sua satisfação total.

Odontopediatria

A odontopediatria é o ramo da odontologia que cuida da saúde bucal das crianças. Estudos apontam que boa parte das pessoas que tem medo de ir ao dentista quando adultos tiveram experiências ruins quando crianças, por esse motivo, o trabalho do odontopediatra é tão importante. O odontopediatra tem como função fazer com que a criança se sinta segura e confortável, fazendo com que à ida ao dentista não seja uma tortura para ela.

Este ramo da odontologia não cuida apenas de crianças que já possuem dentição, mas também cuida da saúde bucal de bebês. É recomendado que gestantes procurem um odontopediatra quando possível, para saber quais cuidados são necessários após o nascimento do bebê.

Nós possuímos os melhores profissionais para cuidar de seu filho, venha conhecer!

Toxina botulínica e ácido hialurônico terapêutico

Toxina Butolínica:

Uma das novidades na área odontológica é utilização da Toxina Botulínica para atenuar problemas de assimetria facial. A substância, como é de conhecimento geral,é muito aplicada no meio estético por prevenir o envelhecimento. Contudo, em razão de possuir também ação terapêutica, vem sendo utilizada por cirurgiões dentistas para melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Em certos casos, mesmo que uma pessoa possua dentição perfeita e completamente alinhada, seu sorriso ainda não é harmônico com seu rosto, e é neste tipo de situação que a Toxina Butolínica é necessária. Ela é aplicada na região dos lábios, onde ocorre a assimetria.

A aplicação da toxina tem ganhado espaço nos consultórios odontológicos por proporcionar determinados pacientes uma diminuição considerável nas dores e desconfortos, além de contribuir para um sorriso mais harmônico.

Ácido Hialurônico:

O ácido hialurônico é uma substancia produzida fisiologicamente em nosso organismo, trata-se de um líquido viscoso altamente solúvel em água a maior parte encontrada na pele, o que confere ao órgão volume, sustentação, hidratação e elasticidade.

Produzido de forma sintética o ácido é componente de diversos produtos relacionados à estética. Na Odontologia, seu uso começou a ser propagado para preenchimento labial com a finalidade de proporcionar maior harmonia do sorriso, com a completa integração entre o complexo dentolabial. Há também o uso da substância na viscossuplementação da articulação temporomandibular (ATM).

Traumatologia bucomaxilofacial

Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial é uma especialidade odontológica que trata cirurgicamente as doenças da cavidade bucal, face e pescoço, tais como: traumatismos e deformidades faciais (congênitos ou adquiridos), traumas e deformidades dos maxilares e da mandíbula, envolvendo a região compreendida entre o osso hioide e o supercílio de baixo para cima, e do tragus a pirâmide nasal, de trás para diante.

As deformidades faciais são compreendidas desde as sequelas de doenças como o câncer, os traumas severos, ou distúrbios do desenvolvimento, como as síndromes ou alterações do desenvolvimento como o prognatismo (aumento dos maxilares), micrognatismo (diminuição dos maxilares) ou a combinação delas.

A cirurgia bucomaxilofacial é de âmbito ambulatorial ou hospitalar. Nos ambulatórios ou consultórios são feitas as cirurgias menores, na sua grande maioria sob anestesia local, onde por exemplo , são removidos dentes inclusos, pequenos tumores benignos, cistos, lesões periapicais ou paradentais, implantes dentários, cirurgias para adaptações protéticas entre outras. As cirurgias de grande porte são realizadas sob anestesia geral em ambiente hospitalar e demandam maiores cuidados. São as cirurgias de grandes tumores, fraturas faciais, cirurgias ortognáticas entre outras. Na atualidade em que aumenta assustadoramente o número de casos de traumatismos faciais, em que a sobrevida do paciente após o trauma inicial tem sido assegurada com maior constância,é mais que necessário um serviço da especialidade.

Cirurgia ortognática

A cirurgia ortognática é uma especialidade da odontologia que tem como objetivo o equilíbrio da funcionalidade e a harmonia estética. Ela ajusta corretamente os ossos da face (maxila e mandíbula), de maneira que fiquem alinhadas e possibilitem um maior conforto ao mastigar, falar, respirar e todas as outras funções principais da boca. Este ajuste propicia, além dos ganhos funcionais, a melhoria da simetria facial. Bem posicionados, os dentes e ossos criam uma aparência mais harmônica, interferindo diretamente na estética do paciente.

Lentes de contato dental

As lentes de contato dental (Facetas Laminadas) são grande sucesso e vieram para mudar a vida e melhorar a autoestima de muita gente que quer ter um sorriso mais bonito e uniforme. Esse tratamento é o que há de mais moderno na odontologia estética, diferentemente das facetas em porcelana, as lentes de contato exigem mínimo desgaste do dente, às vezes, dependendo do caso não requer nenhum desgaste. O grande diferencial da lente de contato em relação à faceta de porcelana é sua espessura de 0,2mm á 0,3mm, e o material de eleição é o sistema cerâmico E.Max o qual apresenta após sua cimentação grande resistência e alto fator estético. A cimentação ao dente é feita com um material resinoso onde aumenta a resistência da mesma.
As lentes de contato são indicadas para quem quer corrigir imperfeições no sorriso, mudar a sua forma, buscando um sorriso mais harmônico e uniforme, corrigindo alterações como manchas, pequenas fraturas, fechamento de espaços entre os dentes e aumento de dentes pequenos e/ou curtos, dando a mesma translucidez de um dente natural.
Estamos numa era de muitos avanços tecnológicos, na qual a satisfação humana, a saúde, o bem-estar e a estética são temas muito valorizados. A Odontologia representa um dos setores da saúde que mais se desenvolveu, não somente quanto às técnicas avançadas de reconstrução, correção e de reabilitação oral, mas principalmente na humanização e na personalização dos sorrisos. Com profissionais habilitados e a tecnologia em nossas mãos somos capazes de realizar trabalhos brilhantes, previsíveis e duradouros.

Disfunção ATM

ATM significa articulação temporomandibular. Existem duas articulações: uma de cada lado da face, em frente e próximo à base da orelha e conectam a mandíbula ao crânio. Talvez você nunca tenha ouvido falar, mas a usa centenas de vezes ao dia. Elas trabalham muito quando você fala, mastiga, deglute ou boceja.  Assim, você pode estar sofrendo um desconforto nesta articulação ou nos músculos que compõem o aparelho mastigatório, muitas vezes sem saber onde procurar auxilio.

A dor, por sua natureza, é um problema grave e a dor crânio-facial (ATM e músculos da face) está, provavelmente, entre as que mais trazem sofrimento.

A causa de distúrbios da articulação temporomandibular é desconhecida em muitos casos. Trauma na mandíbula ou conjunta pode desempenhar um papel no desenvolvimento de distúrbios da ATM. Além disso, existem outras condições de saúde que podem contribuir para o desenvolvimento destas patologias. Estes incluem:

  • Artrite na articulação temporomandibular
  • Danos na articulação causados por impacto ou idade
  • Ranger os dentes
  • Problemas estruturais presentes no nascimento.

Pessoas com disfunções temporomandibulares podem sentir uma forte dor e desconforto, que pode ser temporária ou durar muitos anos. Os sintomas comuns de disfunções temporomandibulares são:

  • Capacidade limitada para abrir a boca
  • Maxilar “preso” na posição de boca fechada ou aberta
  • Sons saindo da articulação ao abrir ou fechar a boca ou mastigar. Pode ou não ser acompanhados de dor
  • Sensação de cansaço no rosto
  • Dificuldade para mastigar ou ter uma mordida repentina desconfortável – como se os dentes superiores e inferiores não estivessem encaixando corretamente
  • Inchaço do lado da face.
  • Outros sintomas comuns da DTM incluem dores de dente, dores de cabeça, tontura, dores de ouvido (zumbido), problemas de audição e dor no ombro superior.

Esses sintomas podem ocorrer em um ou ambos os lados da face.

Se você sente algum destes sintomas agende uma consulta com nosso especialista. Não esqueça que sua saúde é o seu maior patrimônio!